Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

{ Dos últimos dias. }

happy.jpg

 

(Tira tempo para fazeres o que torna a tua alma feliz.)

 

E é isto que tenho tentado fazer: criar, costurar e elaborar coisas que fazem a minha alma feliz. Não só porque mereço mas também para ocupar a cabeça, a mente, o cérebro.

 

Não consigo ter a paz que preciso e mereço. Acontecimentos sem nexo vêm ter comigo, estando eu tão sossegadinha aqui no meu canto. Acho que nunca respirei fundo tantas vezes na vida. Agir muitas vezes é perder a razão, por isso, ignorar, ser indiferente é o melhor remédio e é a melhor resposta que se pode dar ao que nos tenta afectar. 

 

Just breathe, Miss Pepper, breathe!

Ó Mãe, Aquele Moço Bateu-me!

 

Nunca esperei passar por uma situação destas. E nem esperava que ele me tratasse assim!

 

Tudo se passou na casa de banho. Antes da hora de almoço. Necessitei de ir à casa de banho lavar as mãos mas o lavatório estava ocupado. Tive que esperar um pouco até que o N. saísse de lá. Como nunca mais se despachava, resolvi fazer-lhe uns carinhos, expressar o meu amor por ele…

 

Comecei a dar-lhe beijinhos e a fazer-lhe festinhas. E é claro que também aproveitei para lhe fazer umas cócegas nas suas zonas críticas, que não vou revelar aqui para que ninguém descubra os seus pontos fracos.

O que eu fui fazer!!! O N. enfureceu-se, ficou com ar de doido, e depois pegou numa toalha e… desatou a bater-me!

 

Viu-se mesmo que ele estava a adorar aquela briga. Como eu não me deixo ficar atrás, agarrei numa luva de banho e vá de lhe dar com ela por onde o apanhava… Foi uma luta e pêras! Ora dava uma, ora levava outra, mas não dei a mão à palmatória!

Acabámos os dois a rir como se fôssemos das crianças e depois fomos almoçar.

 

 

O Dia Mais Importante do Ano

“Um nascimento representa o princípio de todo - é o milagre do presente e a esperança do futuro.”
 
Fez ontem alguns anos que nasceu uma menina às 12.15, no hospital de Santa Maria. O seu nascimento foi de muita alegria e felicidade para os pais.
 
Nasceu num dia do mês cuja simbologia apontava para um futuro perfeito, composto por ciclos cheio de mudanças e renovações positivas.
Até os dois primeiros nomes que lhe atribuíram tinham um significado curioso: amiga do canto e escolhida por Deus.
Teve a infância feliz a que todas as crianças têm direito. Levava os dias a brincar com as suas amigas, ensaiando, com as suas bonecas, cenas imaginárias de uma vida futura, andava de bicicleta e devorava todos os livros com que se deparasse.
Adorava a escola e era uma excelente aluna. As férias para ela eram um drama.
 
 
Os pontapés da vida fazem-nos crescer e aprender ou, pelo menos, dão-nos instrumentos que nos permitem ficar alerta para não cairmos no mesmo erro duas vezes. A mim, aqueles, arrasam-me, afundam-me mas a minha força motriz interior, lentamente, faz-me erguer novamente a cabeça e dizer: ”estou pronta para outra!”
 
Hoje deveria ter sido um dia muito alegre mas não o foi, pelo menos em parte. As pessoas que são importantes para mim não me esqueceram e todas tiveram um voto sincero para me desejar. Apenas foi ensombrado pelo facto do N. não ter passado o dia comigo e nem sequer vir no próximo fim de semana, de novo.
Há dias assim…
 
Mais um ano se passou, mais dificuldades foram ultrapassadas e outras acrescentadas. É tempo de reflexão, de escolhas e opções, de luta e conquista. Há que definir novos objectivos e traçar caminhos. Há que ir à luta para superar aqueles obstáculos que teimam em manter-se no nosso caminho, independentemente das estratégias que utilizemos.
A vida é composta por isto mesmo.
 
 
Áqueles que também fazem anos hoje, os meus parabéns e votos de muita felicidade e sorte na vossa vida.
 
P.S. – Este post deveria ter sido colocado ontem mas não o fiz devido à hora tardia que regressei a casa. No entanto, não quis deixar de fazer uma reflexão muito sucinta do dia, que para alguns não tem importância nenhuma, mas para mim é o dia mais importante do ano.